ax novinhaix

Patinho Feio

Patinho Feio

O Patinho Feio: Quando é hora de buscar novos horizontes.

A busca por um grupo psíquico harmonioso é fundamental para resgatar sua autoestima.

Saiba quais são os 9 passos para encontrar sua tribo.

1 – Acolha a sua criança rejeitada. Por vezes, caímos em grupos onde nos sentimos peixes fora d´água e ficamos perdidos, nos sentimos culpados e sozinhos. Acalme-se! Entenda que você só está no lugar errado e que não pode abrir mão do que você é na essência apenas para que te aceitem. Aceite antes o que você é. Ame-se acima de qualquer tentativa de pertencimento.

2 – Resignifique sua mãe interna e externa. A imagem da sua mãe pode ser de alguém prostrado, apático ou negligente. Ela pode ter te rotulado e até te abandonado, pois perdeu o sentido dela própria. Assim, sem uma imagem materna forte, você precisa reconstruir sua autoimagem. Encontre novas mulheres que possam te acolher como você é.

3 – Enquanto sua autoimagem ainda não está bem formada, pode acontecer de encontrar outros novos grupos onde se sente excluída. Liberte-se das más companhias, de pessoas tóxicas que preferem julgar os seus atos com base em crenças limitantes e que não estão de acordo com os seus propósitos genuínos. Não aceite paliativos. Encare suas feridas, não aceite o mais fácil ou o que estiver disponível. Exija o remédio adequado. Você saberá quando ao entrar em um grupo você se sentir mais forte.

4 – Liberte-se de alguns comportamentos que foram aprendidos, ainda que com grande dificuldade. Faça o que é natural para você. Se não se sente bem no salto alto, se quer rir escandalosamente, faça. Sinta-se livre. De quê adianta fazer as unhas se arrancaram as suas garras? De quê adianta ser simpática se há uma fúria nervosa e ofegante em você? Seja profunda e verdadeira para que os outros também possam ser assim como são.

5 – Sinta o calor da vida. Não congele seus sentimentos, pois isso irá apagar seu fogo criativo. Coloque-se em movimento, não se permita estagnar. Siga uma emoção por vez, deixe-se inundar de sentimentos e coloque-se em movimento. Escreva, pinte, corra e se expresse. Nada de ficar parada. Para encontrar sua tribo, você precisa estar aberta e disponível.

6 – Aceite o estranho que surge. Ao se colocar em movimento, vai se deparar com uma passagem secreta. Uma pessoa, um acontecimento, um sonho ou qualquer outro sinal. Eles surgem naquele dia nebuloso e duvidoso onde parece não haver mais esperança e onde a dúvida pode tomar a sua mente e seu coração. Agarre-se nessa mensagem poderosa do universo. Acredite, falta pouco e você chegará lá.

7 – Talvez você ainda não tenha achado seu grupo, mas pode curtir a trajetória sozinha. Entenda esse tempo como um processo de limpeza e construção da sua identidade. Aproveite esse tempo para aguçar sua intuição, ajustar percepção interna e externa para se fortalecer contra futuros golpes. E se nesse percurso não encontrar o seu grupo, pode ser um sinal de que deva montar o seu próprio grupo para que outras mulheres se juntem à você.

8 – Você testará novos grupos e irá persistir até encontrar/criar o seu. Persevere. Depois do inverno sempre vem a primavera. Use do tempo e da energia do recomeço para ver novas flores perfumar seu jardim. Siga seu faro, encontre seu caminho e acredite nos seus instintos de mulher selvagem.

9 – Agora sim, em seu grupo, permita ser você e ser reconhecida por isso. Aceite elogios, carinhos, reforços positivos, incentivos e toda forma de gratidão que vier até você. Talvez, por ter passado tanto tempo como “errada”, tenha dificuldades em aceitar o seu lugar por direito. Aprenda a comemorar suas conquistas e a se orgulhar da Mulher Selvagem que encontrou, de ver a beleza em você e no caminho que percorreu.

Se você também se sente um alienígena na sua família, trabalho ou grupo social sabe agora como redescobrir sua beleza e ir atrás de um lugar seguro, que reconheça sua individualidade.

Nas próximas semanas, você irá aprender como fugir de relacionamentos abusivos e se preparar para correr como uma loba. Até lá!

BeleZA não, BeleZAS! Outubro Rosa

BeleZA não, BeleZAS! Outubro Rosa

Responsabilidade Fashion

Responsabilidade Fashion

0