ax novinhaix

Setembro Amarelo

Setembro Amarelo

Ter depressão, ou qualquer outra doença mental, não significa ser louca, ou que você está triste por alguma coisa e amanhã vai passar. Não.

Se existem estereótipos para pessoas, existe para as doenças também, e como existem! 

Você consegue se imaginar numa montanha-russa? Então, é assim. Viver com depressão é viver numa montanha-russa emocional, altos e baixos, o sentimento de incapacidade e a sensação que ninguém gosta de você, são alguns monstros que perseguem a vida de quem tem tem essa doença, que vamos deixar claro uma coisa aqui

NÃO É UMA FASE, NÃO É LOUCURA, NÃO É FALTA DO QUE PENSAR E NEM FRESCURA.

Outro monstro da depressão é a tendência suicida que alguns têm, e é mais comum do que se imagina, viu? A dor é tanta que a pessoa se vê sem saída. Não acredita que consegue sair desse buraco negro de tristeza, e então a única “solução brilhante” que vem a cabeça é essa: a morte. É uma atitude extrema? Sim. Mas já parou para pensar o tanto de dor e tristeza que uma pessoa tem que sentir para resolver tirar a própria vida? Bem sério, não é mesmo?

Esse assunto não é discutido, nem noticiado e por isso ainda ronda-se um preconceito enorme acerca dele. Falar de suicídio é falar de fraquezas, tanto humanas quanto de um sistema como o todo, e claro, discutir fraquezas não é exatamente um sorvetinho numa tarde de verão, né?

Um dos problemas de ser noticiado, é a possibilidade de que outras pessoas se assemelhem com aquele situação e tomem aquilo como exemplo a se reproduzir, infelizmente. Talvez nesse exato, onde ocorre a decisão, falte o que talvez seja a grande cura desse mal: a comunicação. 

Conversar sobre isso, eliminar esse tabu, é mais do que necessário e já passou do tempo, não é mesmo?

O CVV (Centro de Valorização da Vida) estima que a cada 45 minutos um brasileiro comete suicídio, afetando inclusive uma cadeia de outras pessoas. Os familiares, amigos, amores, todos que ficam, sofrem com a perda, mesmo que a pessoa que o cometeu não acreditasse nisso.

Para acabar com todo esse tabu, esse Setembro é da cor do sol, amarelo :)

A associação brasileira de psiquiatria lançou essa campanha para o mês, assim como tem o Outubro Rosa para o câncer de mama e outros meses coloridos, esse mês é amarelo, para a prevenção do suicídio e sua conscientização, que já é considerado inclusive, jáa um problema de saúde publica. Tem que ficar ligado!

Durante o mês todinho haverá palestras sobre o assunto, eventos para iluminar alguns lugares importantes com a cor, shows e muito mais. Vale tudo na hora de ajudar quem precisa, além do que, a briga pelo o extermínio de esteriótipos já está acontecendo, e a gente tem que fazer parte disso, não é mesmo? <3 e ajudar o próximo sempre é bom.

Lembrando que quem sofre de depressão e/ou tem essa tendência, pode chegar a pedir ajuda, às vezes de uma forma muito sutil. Posts compartilhados, atitudes diferentes... ficar ligado nesses sinais, em pessoas a sua volta, pode ajudar alguém que precisa. Demonstrações e afetos, carregam soluções! :) Sem julgamentos, sem brigas, sem desmerecimentos. Sabe?

Se você sofre com isso, o CVV oferece ajuda gratuita para todos, com garantia de sigilo, tanto presencial, quanto por telefone!

Para apoiar essa causa tão legal, vamos espalhar muito amarelo por aí!

Já existem vários filtros para a foto do facebook para apoiar a campanha e a página “Setembro Amarelo” disponibiliza todo o cronograma, caso você queira participar de algum dos eventos. E vamos falar mais sobre isso, depressão é como qualquer doença, e como qualquer doença, tem suas consequências, não tem nada de errado. Errado é julgar e não ajudar. 

Vamos encher esse mês com a cor do sol! Encher nossa cabeça de amor para sempre ajudar a todos com uma conversa amiga, pode acabar salvando uma vida!

Visitem a página: www.facebook.com/setembroamarelo 

A primavera em casa :)

A primavera em casa :)

Floresta no pote! Terrários :)

Floresta no pote! Terrários :)

0