ax novinhaix

De coração aberto e guiado pelo Sol

De coração aberto e guiado pelo Sol

Daniel Tomita é fotógrafo, biker, amante da natureza, manja de orgânicos e nem sei mais o que, de tanta coisa que ele faz e de tanto que muda. Mas acima de tudo isso, ele é pai e falou pro The Sun Gallery que o Sol dele brilha pela Lilian, acompanha: 

De modo geral ele me contou que gosta do Sol da manhã, de outono/inverno, ou seja, este é a melhor época do ano para ele. "Aquele sol lateral q forma sombras gigantes. Ficar de olhos fechados sentindo bem lentamente ele aquecer meu rosto. Isso me inspira, bate uma tristeza alegre." Com essa descrição, dá até para fechar os olhos e deixar a imaginação te levar para essa sensação boa. O olhar que ele tem sobre as coisas é muito especial. Ele tem uma vibe tão boa que consegue despertar essa memória afetiva que a gente tem.

Sempre sorrindo e de alto astral, Tomita é adepto à bike, seu meio de transporte oficial. Diz que não é contra quem tem carros, mas raramente usa. E onde quer que vá, seja de carro, bike, balsa, navio ou avião, o Sol que guia seu caminho é a sua filha, e como uma bússola de luz ela aponta a direção: "A minha filha e meu norte."

Já vimos por aqui, o quanto viajar faz bem, agrega e nos constrói, e com Tomita não foi diferente. E durante uma vigem que fez entre Bolívia e Chile, onde conheceu muita gente que estava viajando há mais de 2, 3 anos sentiu a inspiração necessária para ir ao Japão. "Morei 6 anos Japão, foi um divisor de águas na minha vida." Lá ele trabalhou, fez contatos, e também lá que Lilian nasceu. E assim como o Sol, que nasce e renasce, um novo Tomita surgiu, e na versão pai uma luz nova começou a iluminar o seu caminho. "Ela é a luz q me guia. É meu Sol."

Esse papo que tivemos rolou numa manhã de Sol, e mesmo cheio de compromissos ele se dispôs a falar comigo. Logo deu para perceber que esse cara não para um minuto. Pois simultaneamente a nossa conversa, ele estava a caminho de uma entrega de um trabalho. E pacientemente me conta todo emocionado sobre a Lilian: "Ela vai na frente para iluminar meu caminho. Não importa o lugar do planeta, quando a gente vai de coração aberto, as coisas acontecem. Nós mesmos buscamos e acontece."

Fica aí um super conselho que ele me deu, de abrir o coração para o que der e vier. Afinal o que a vida nos traz, se encararmos de maneira positiva e construtiva, é aprendizado. Tudo contribui para a nossa evolução, basta alinhar as perspectivas, descartar as expectativas e colocar o pé na estrada.

Essa coisa de falar com as pessoas sobre o que faz o Sol delas brilhar gera uma troca de energia tão boa, que muitas vezes quando o papo finaliza, fica uma sensação de "Poxa como foi bom falar de tudo isso com você! Gratidão!" Esse momento rolou no fim do nosso papo, e foi muito gostoso saber que ele também se sentiu assim. Percebi que essa investigação interna de falar sobre a nossa luz de dentro, resgata memórias de momentos bons, convida a refletir e desperta toda positividade que a gente carrega por dentro.

Tomita tem uma grande sensibilidade artística e humana às ocasiões que o cercam. Viagens, vivência em aldeia indígena, trabalhos alternativos e uma infinidade de coisas. E segue à risca o conselho que me deu, mantém o coração aberto e deixa fluir.  Minha pergunta final é se isso que torna sua vida tão cheia de coisas diferentes, e instantaneamente diz: "Sim e acho que até reponde sobre como tudo isso entrou na minha vida... já estava bike, fotografia, orgânicos, minha filha, as pessoas...elas aparecem no caminho agente só precisa estar sensível a tudo isso... assim como o Sol... ele nasce todos os dias você querendo ou não, estando aberto pra ele ou não."

Daniel Tomita - the Sun Gallery - deserto 
Os 3 óleos essenciais que fazem milagres!

Os 3 óleos essenciais que fazem milagres!

Porque usar um sabonete natural?

Porque usar um sabonete natural?